Delegação da UFSC conquista 4º lugar geral nos Jogos Paralímpicos

04/06/2018 14:35

Participando pela primeira vez dos Jogos Paralímpicos Universitários, a equipe da Universidade Federal de Santa Catarina conquistou o quarto lugar geral entre as 196 instituições de ensino participantes e 15 medalhas.

A competição, que aconteceu entre os dias 9 e 12 de maio, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, reuniu mais de 250 estudantes de 24 estados diferentes do Brasil. Entre os participantes, estavam medalhistas como Alessandro Silva, ouro no lançamento de disco F11 nos Jogos do Rio 2016, e Ádria Santos, considerada a maior medalhista feminina paralímpica do país.

Calouros no evento, a delegação da UFSC foi composta pelas professoras Bruna Seron e Gabriela Fischer, oito atletas com deficiência, dois atletas guias e um staff. A equipe conquistou cinco medalhas de ouro, cinco de prata e cinco de bronze, além da primeira colocação no atletismo feminino e o quarto lugar geral. O objetivo do evento era fomentar e estimular a participação de estudantes de todo o Brasil com deficiência física, visual e/ou intelectual na prática de esportes.

 

O esporte para pessoa com deficiência na UFSC

As oficinas de esporte para pessoas com deficiência já acontecem na Universidade Federal de Santa Catarina e são abertas para alunos da instituição e também para a comunidade. São diversas modalidades disponíveis, como atletismo, natação, tênis em cadeiras de rodas e outros. Todas as atividades são coordenadas por professores do Centro de Desportos e acontecem durante o ano todo. O foco é a prática de atividades esportivas, estilo de vida saudável, mas principalmente a inclusão das pessoas com deficiência.

Apesar das atividades já estarem em andamento há um longo tempo, as professoras Bruna e Gabriela, acompanhantes da equipe nos Jogos Paralímpicos, afirmam que houve uma maior euforia e comprometimento devido ao clima de competição. Com a divulgação do bom desempenho da UFSC nos Jogos, as professoras esperam que outros alunos com deficiência se interessem pelas oficinas e pelo esporte, seja por questões de saúde ou para lazer.

 

A preparação para os Jogos Paralímpicos

Os Jogos Paralímpicos já estão em sua terceira edição, porém 2018 foi o primeiro ano em que a Universidade Federal de Santa Catarina conseguiu levar sua delegação. Com organização prévia, as professoras Bruna e Gabriela inscreveram a equipe para a competição, buscando uma integração com estudantes de outras universidades e propondo uma novidade – e desafio – para os atletas do projeto. A locomoção ficou por conta da PROEX (Pró-Reitoria de Extensão), que pagou uma bolsa para que os envolvidos pudessem viajar de avião. Além disso, a AFLODEF (Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos), que já é parceira dos projetos, forneceu diversos equipamentos para a competição.

 

A experiência durante os Jogos

Durante toda a participação na competição, os atletas ficaram hospedados em um residencial totalmente adaptado, com alimentações saudáveis e acompanhadas por nutricionistas.

Durante os quatro dias, o clima predominante era a euforia, curiosidade e muita inclusão. Os Jogos Paralímpicos não possuem um pré-requisito para participação, e, portanto, reúne atletas profissionais e novatos, promovendo a troca de experiências, a inspiração para continuar no esporte e também novas amizades.

Apesar de caloura no evento, a Universidade Federal de Santa Catarina voltou para a ilha com a 4ª colocação geral, o primeiro lugar no atletismo feminino e quinze medalhas. Em entrevista, as professoras Bruna e Gabriela comentam que o diferencial da equipe é a quantidade de atletas participantes, que este ano foram oito. “A característica é que você tenha muitas universidades participando com poucos atletas, porque não é tão comum ter aluno com deficiência no ensino superior ainda. A nossa delegação era uma das maiores. Então assim, quando você vai para o JUCs, que são os Jogos Universitários Catarinenses, tem cinco, dez universidades participando e a delegação com duzentos atletas. Lá inverte, são várias universidades com poucos atletas.”

 

A rotina pós campeonato

Uma semana após voltarem dos Jogos, os alunos participantes já estavam ansiosos para ao retorno das práticas esportivas dentro do campus. A competição incentivou a equipe e também criou expectativas para a edição do próximo ano, quando pretendem participar novamente – e, espera-se, com novos atletas na equipe. Para Bruna e Gabriela, professoras do Centro de Desportos e coordenadoras de modalidades esportivas – golbol e atletismo, respectivamente – houve um aumento na participação dos alunos com deficiência nos projetos esportivos e também nas modalidades oferecidas. “Isso já é um ponto positivo pra mim porque muitos professores se envolvem com as pessoas com deficiência. Só que antes a gente não tinha registro de alunos da UFSC nesses projetos, porque tinham poucos estudantes com deficiência na universidade. Então hoje em dia com a cota, e com o aumento da conscientização da importância desses estudantes estarem na universidade, esse número tem aumentado.” comenta Bruna.

Após o desempenho positivo nos Jogos Paralímpicos, espera-se que outros alunos com deficiência se interessem pelas atividades promovidas e a prática de esportes. O objetivo não é a competição, mas sim a inclusão e conscientização sobre saúde e bem-estar.

 

Informações sobre os Jogos e alunos participantes

Os Jogos Paralímpicos são organizados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) em parceria com a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU). Iniciaram em 09 de maio, com os congressos técnicos das modalidades e as classificações funcionais de todos os atletas. As provas ocorreram durante os dias 10 e 11, e as delegações partiram no dia seguinte, 12, após uma última refeição e finalização das hospedagens.

A equipe da Universidade Federal de Santa Catarina foi composta pelos alunos Ana Maria Santiago, Cledenilson Wagner da Silva Barp, Eduardo Alexandre dos Santos, Elias Renã Maletz, Gustavo Espindola, Ingrid Kertelen Franco Medina, Lucas Emerson Alves da Silva, Matheus Henrique Libanio Da Silva, Michael Henrique Santos de Barros e Yuri Clemente Furtado Pereira.

 

Equipe da UFSC nos Jogos Paralímpicos. Foto: divulgação.

Espetáculo Será que É de Éter? volta ao teatro do CIC com apresentações gratuitas

04/04/2018 09:51

A Companhia de Dança Lápis de Seda e Cláudia Passos retornam aos palcos de Florianópolis no dia 12 de abril, com duas apresentações gratuitas e abertas ao público da montagem Será que É de Éter?. O espetáculo acontecerá no Teatro Ademir Rosa, com programação para às 15h – voltada para estudantes e instituições que atuam com projetos de inclusão – e também à noite, às 20h.

Sob a coordenação da diretora artística Ana Luiza Ciscato, a Companhia de Dança reúne dez bailarinos com diferentes capacidades e formações. Entre jovens e adultos, 60% são considerados com deficiência intelectual e/ou motora e 40% sem deficiência. A faixa etária se situa entre 20 e 50 anos.

O objetivo da gratuidade do projeto é ampliar o número de espectadores com relação ao projeto que propõe reflexões sobre dança contemporânea, memória e diferença. A realizadora Arte Movimenta tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis por meio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes através da Lei Municipal de Cultura de Florianópolis e o apoio cultural da Teltec, Jurerê Internacional, Fecoagro, Projeta Planejamento e Marketing. Conta ainda com o apoio do governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e da Involves.

 

Sobre o espetáculo: 

O quê: Será que É de Éter – Cia. Lápis de Seda – Claudia Passos e Convidados

Quando: 12 de abril, às 15h e 20h

Onde: Teatro Ademir Rosa, av. Gov. Irineu Bornhausen, 5.600, bairro Agronômica, Florianópolis, tel.: (48) 3664-2685 (bilheteria)

Quanto: Gratuito

 

Sinopse: 

Será que É de Éter?

A partir do universo criativo de Chico Buarque, mestre na arte de enaltecer o homem comum, o espetáculo contrapõe a imagem de uma multidão de faces anônimas e individualidades perdidas. Na jornada da Lápis de Seda, a permanente busca das diferenças. Em vez da negação, a evidência; em vez da ocultação, a valorização. Ao invés das semelhanças, a descoberta de outros lugares de aceitação, a crença de formas singulares de convivência coletiva, o desejo de pertencimento e de encontro com o sem igual. Criação coreográfica colaborativa, a partir de movimentações trazidas pelos bailarinos, a partilha de vida e cotidiano carregados de inquietações e poesia, a revelação de como se enquadram anonimamente na multidão e se libertam das amarras por meio da dança. Com expressivos músicos e a interpretação de Cláudia Passos, a experiência quer a potência daquilo que está além de cada um, ou seja, uma possível expansão de novos significados.

 

Equipe técnica 

Será que É de Éter? (1h)

Direção geral e coreografia: Ana Luiza Ciscato

Direção artístico musical e intérprete: Cláudia Passos

Direção musical e arranjos: Luiz Gustavo Zago

Coordenação geral: Arte Movimenta

Produção executiva:  Neiva Ortega 

Bailarinos: Ana Flavia Piovezana, Aroldo Gaspar, Deivid Velho, Fabiana Marques, Gabriel Figueira, João Paulo Marques, Maura Marques, Paulo Soares, Ramon Noro, Roberta Oliveira e Silvia Gevaerd (bailarina estagiária)

Banda: Luiz Gustavo Zago (piano), Iva Giracca (violino), Felipe Arthur Moritz (sax, flauta), Dudu Pimentel (violão e guitarra), Leandro Fortes (violão e bandolim) e Alexandre Damaria (percussão)

Iluminação/cenotécnico: Hedra Rockenbach

Figurinista: Gabriela Bosco Dutra 

Sonorização: Juarez Mendonça Jr.

Fotografia e vídeo: Cristiano Prim

Projeto gráfico: Ramon Noro

Assessoria de imprensa: Néri Pedroso

 

Realização: Arte Movimenta

Patrocínio: Prefeitura Municipal de Florianópolis, Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes através da Lei Municipal de Cultural de Florianópolis

Apoio cultural: Teltec, Jurerê Internacional, Fecoagro, Projeta Planejamento e Marketing

Apoio: Involves, Governo do Estado de Santa Catarina/Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte/Fundação Catarinense de Cultura e Mercado Limeira

 

Ficou interessado e quer saber mais? Acesse o site da Lápis de Seda e/ou a página do grupo no Facebook.

Oportunidade de participação dos Jogos Paralímpicos Universitários!

26/03/2018 17:06

Estão abertas as inscrições para os Jogos Paralímpicos Universitários 2018 que acontecerão entre os dias 09 a 12 de maio em São Paulo.

As modalidades ofertadas são:

  • Atletismo;
  • Bocha;
  • Judô;
  • Natação;
  • Tênis de Mesa;
  • Parabadminton;
  • Tênis em Cadeira de Rodas;
  • Basquete 3×3.

Poderão participar dos Jogos Paralímpicos Universitários 2018:

  • Alunos do gênero masculino e feminino, com deficiência física, visual ou intelectual, com idade mínima de 17 anos (nascidos em 2001) não existindo idade máxima, conforme as modalidades descritas anteriormente, e que estejam regularmente matriculados e frequentando instituições de Ensino Superior da Rede Pública ou Particular, com reconhecimento do Ministério da Educação.

Observações: não há desempenho mínimo para competir, essa é uma oportunidade de vocês representarem a Universidade em alguma modalidade que lhes atraem.

Quem tiver interesse deverá entrar em contato com a Professora Bruna pelo telefone (48)99948-9911 ou pelo e-mail: bruna.seron@ufsc.br até quarta-feira (28/03).

A alimentação e estadia será por conta da organização, o transporte é de responsabilidade do participante, mas tem possibilidade de ser ofertado pela Universidade dependendo da disponibilidade.

Recepção Calour@s – 2018.1

16/03/2018 14:26

Calor@s,

Seja bem-vind@ à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – apontada pelo MEC como uma das 10 melhores universidades do Brasil! A instituição é reconhecida nacional e internacionalmente no que se refere à qualidade do ensino, pesquisa e extensão.  A UFSC é pública e gratuita,e a Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) gostaria de convida-los para uma recepção, para você conhecer a nossa equipe.

Ela vai acontecer no Auditório da Reitoria I na segunda-feira (19/03)

14-15 hrs -> Apresentação das Coordenadorias que compõem a SAAD

->Apresentação Cultural com Tânia Meyer

MArquE disponibiliza agendamentos para visitação

12/03/2018 15:48

Descrição da imagem: divulgação do agendamento de visitas mediadas. No terço lateral esquerdo encontram-se três fotografias coloridas: uma da fachada do Museu, uma da exposição “Arqueologia em Questão: Percorrendo o Litoral Catarinense” e uma da exposição “Tecendo Saberes pelos caminhos Guarani, Kaingang e Laklãnõ-Xokleng”. Ao lado das fotografias há os seguintes escritos: “Nossa agenda está aberta para 2018! Visitas mediadas no MArquE (com a logo do Museu). Informações e pedidos de agendamentos: (48)3721 6421 e educa.marque@gmail.com

O MArquE – Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC – divulgou nesta segunda-feira, 12, sua disponibilidade para o agendamento de visitas mediadas em 2018. Os agendamentos podem ser feitos via e-mail ou telefone, bastando informar alguns dados (nome da instituição; telefone de contato em horário comercial; faixa etária/ano de escolaridade; número de pessoas; turno da visita; dias da semana possíveis).

O telefone para contato é (48) 3721-6421 e o e-mail é educa.marque@gmail.com.

Para mais informações, acesse o site do MArquE.

Calendário Segunda Chamada SISU-UFSC/2018

02/03/2018 14:22

Atenção candidatos convocados na SEGUNDA CHAMADA DO SISU:

LEIAM a Portaria de matrícula PORTARIA Nº 04/PROGRAD/SAAD/UFSC, DE 25 DE JANEIRO DE 2018, que também está publicada no site da COPERVE.

O calendário das validações estão definidas nesta portaria.

Olhe com atenção as datas para cada validação e entrega de documentos.

Todos os candidatos classificados nas modalidades:

  • 211 – PAA – Escola Pública, renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita – PPI (autodeclarados pretos, pardos ou indígenas) – com deficiência;
  •  212 – PAA – Escola Pública, renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita – PPI (autodeclarados pretos, pardos ou indígenas) – sem deficiência;
  • 221 – PAA – Escola Pública – renda até 1,5 salário mínimo – outros – com deficiência;
  • 222 – PAA – Escola Pública – renda até 1,5 salário mínimo – outros – sem deficiência;
  • 231 – PAA – Escola Pública – Renda acima de 1,5 salário mínimo – PPI (Pretos, Pardos e Indígenas) com deficiência;
  • 232 – PAA – Escola Pública – Renda acima de 1,5 salário mínimo – PPI (Pretos, Pardos e Indígenas) sem deficiência;
  • 241 – PAA – Escola Pública – Renda acima de 1,5 salário mínimo – outros – com deficiência” da 2ª e 3ª chamadas, que efetuaram a matrícula na Etapa Online, deverão apresentar-se primeiramente nas respectivas comissões de validação de autodeclaração (de pessoa com deficiência; de Indígenas ou de Preto ou Pardo – cota para PPI; de renda;) munidos da documentação exigida na presente portaria de matrícula, pessoalmente ou mediante procuração particular, para validação da sua autodeclaração para a posterior confirmação da matrícula na Etapa Presencial junto à coordenadoria do seu curso, conforme horário, data e local previstos no cronograma abaixo.
  • Candidatos que optaram pelas vagas de PPI deverão comparecer PRESENCIALMENTE na Comissão de Validação de Autodeclaração de Pretos, Pardos e Negros ou Comissão de Validação de Autodeclaração de Indígenas.

Caso o candidato classificado necessite validar a autodeclaração em mais de uma Comissão de Validação, deverá apresentar-se na seguinte ordem:

I – Comissão de Validação da Autodeclaração de Pessoa com Deficiência;

II – Comissão de Validação de Autodeclaração de Pretos, Pardos e Negros ou Comissão de Validação de Autodeclaração de Indígenas (cota Pretos, Pardos e Indígenas – PPI);

III – Comissão de Validação da Autodeclaração de Renda.

Atividades físicas disponibilizadas para pessoas com deficiência

28/02/2018 11:21

Foram disponibilizados no início desta semana o Cronograma e Edital das atividades físicas para a comunidade, que serão desenvolvidas no semestre 2018/1. As turmas e atividades disponíveis para pessoas com deficiência já foram divulgadas:

 

TREINAMENTO DE NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

  • Descrição: O projeto “Treinamento de natação para pessoas com deficiências” tem como objetivo principal desenvolver o treinamento em natação para pessoas com diferentes deficiências, pertencentes à comunidade universitária e da comunidade externa da UFSC.
  • Pré-Requisitos: Ter habilidade natatória básica
  • Coordenador(a): Ricardo Dantas de Lucas
  • Contato (e-mail e/ou telefone): ricardo.dantas@ufsc.br / 3721-4775
  • Matrícula:  Inscrição Online
  • Atestado Médico: Entregar Atestado médico de que está apto(a) a fazer atividade física, no máximo, até 15 dias após o início das aulas
  • Traje/Acessórios: Obrigatório uso de sunga/maiô de cor escura (de preferência preto ou azul marinho), touca, toalha e chinelo (óculos opcional)

Turma: 52

  • Faixa Etária (mínima e máxima): 19 a 60 anos
  • Dias da Semana: 3ª e 5ª feira
  • Horários: 19:20 às 20:10
  • Local: Piscina Adaptada – Complexo Aquático
  • Número de vagas: 10
  • Valor da taxa: Gratuito

 

EXERCÍCIOS CONTRA RESISTÊNCIA PARA PESSOAS COM DOENÇA DE PARKINSON

  • Descrição: Exercícios de musculação visando melhoria da força e resistência muscular, equilíbrio e coordenação
  • Pré-Requisitos: Não há
  • Coordenador(a): Aline Rodrigues Barbosa
  • Responsável pela Atividade: Aline Rodrigues Barbosa
  • Contato e-mail e/ou telefone: aline.r.barbosa@ufsc.br
  • Matrícula: Direto com o responsável
  • Atestado Médico: Sem necessidade
  • Traje/Acessórios: Roupa apropriada para prática de atividade física

Turma: 63

  • Faixa Etária (mínima e máxima): Não há
  • Dias da Semana: 2ª, 4ª e 6ª feira
  • Horários: 16:00 às 18:00
  • Local: Laboratório de Musculação
  • Número de Vagas: 15
  • Valor da Taxa: R$ 250,00

 

ATLETISMO ADAPTADO: INICIAÇÃO

  • Descrição: O projeto de atletismo adaptado da UFSC tem como objetivo oportunizar a prática e a vivência do atletismo (corrida, salto, lançamento e arremesso) por meio de treinamentos específicos e individualizados, buscando a melhora da saúde e do desempenho de pessoas com deficiência.
  • Coordenador(a): Profª Drª Gabriela Fischer
  • Responsável pela Atividade: Diego Antunes
  • Contato (e-mail e/ou telefone): g.fischer@ufsc.br / aantunesdiegoo@gmail.com / 48 991687107
  • Matrícula:  A inscrição será feita através do preenchimento da ficha de inscrição no local do treino
  • Pré-Requisitos: Pessoas com deficiência física ou visual, de ambos os sexos, com idade a partir dos 16 anos
  • Atestado Médico: Apresentar no início das atividades para o professor
  • Traje/Acessórios: Roupa e tênis adequado para a prática esportiva

Turma: 81 (iniciação)

  • Faixa Etária (mínima e máxima): A partir de 16 anos
  • Dias da Semana: 2ª, 4ª e 6ª feira
  • Horários: 14h às 16h
  • Local: Pista de atletismo da CDS UFSC
  • Número de Vagas: 15
  • Valor da Taxa: Gratuito

 

ATLETISMO ADAPTADO: TREINAMENTO

  • Descrição: O projeto de atletismo adaptado da UFSC tem como objetivo oportunizar a prática e a vivência do atletismo (corrida, salto, lançamento e arremesso) por meio de treinamentos específicos e individualizados, buscando a melhora da saúde e do desempenho de pessoas com deficiência.
  • Coordenador(a): Profª Drª Gabriela Fischer
  • Responsável pela Atividade: Diego Antunes
  • Contato (e-mail e/ou telefone): g.fischer@ufsc.br / aantunesdiegoo@gmail.com / 48 991687107
  • Matrícula:  A inscrição será feita através do preenchimento da ficha de inscrição no local do treino
  • Pré-Requisitos: Pessoas com deficiência física ou visual, de ambos os sexos, com idade a partir dos 16 anos
  • Atestado Médico: Apresentar no início das atividades para o professor
  • Traje/Acessórios: Roupa e tênis adequado para a prática esportiva

Turma: 82 (treinamento)

  • Faixa Etária (mínima e máxima): A partir de 16 anos
  • Dias da Semana: 2ª, 4ª e 6ª feira
  • Horários: 16h às 18h
  • Local: Pista de atletismo da CDS UFSC
  • Número de Vagas: 15
  • Valor da Taxa: Gratuito

 

HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

  • Descrição: O projeto de extensão “Sábado no Campus: Esportes Adaptados” tem como objetivo promover a iniciação e treinamento do Handebol em Cadeira de Rodas às pessoas com deficiência física da Grande Florianópolis, articulado à proposta pedagógica dos cursos de formação inicial em Educação Física e orientado à promoção do processo de inclusão social.
  • Coordenador(a): Prof. Dr. Thiago Sousa Matias
  • Responsável pela Atividade: Prof. Dra. Bruna Barboza Seron
  • Contato (e-mail e/ou telefone): thiago.matias@ufsc.br / bruna89@msn.com
  • Matrícula: Comparecer ao local do treino
  • Pré-Requisitos: Pessoas com deficiência física pertencente à comunidade universitária ou não, de ambos os sexos.
  • Traje/Acessórios: Roupas para a prática de esportes

Turma: 83

  • Faixa Etária (mínima e máxima):  10 a 60 anos
  • Dias da Semana: 3ª feira
  • Horários: 18h às 19h20
  • Local: Ginásio 3
  • Número de Vagas: 20
  • Valor da Taxa: Gratuito

Turma:

  • Faixa Etária (mínima e máxima): 10 a 60 anos
  • Dias da Semana: Sábado
  • Horários: 9:00 às 11:00
  • Local: Ginásio 1
  • Número de Vagas: 20
  • Valor da Taxa: Gratuito

 

INICIAÇÃO E TREINAMENTO DE GOALBALL

  • Descrição: O goalball é uma modalidade coletiva voltada para pessoas com deficiência visual. As atividades são elaboradas com objetivos de aprimoramento das capacidades físicas, cognitivas e sociais dos participantes por meio de ações específicas do jogo. Dessa forma, buscase um desenvolvimento global da pessoa com deficiência visual especialmente em elementos que contribuirão para sua autonomia no dia a dia, como orientação espacial, comunicação, equilíbrio e etc…
  • Coordenador(a): Bruna Seron
  • Responsável pela Atividade: Roger Scherer
  • Contato (e-mail e/ou telefone): (48) 999489911
  • Matrícula: Comparecer diretamente aos treinos.
  • Pré-Requisitos: Pessoas com deficiência visual
  • Traje/Acessórios: Roupa de prática esportiva

Turma: 85

  • Faixa Etária (mínima e máxima): 10 a 60 anos
  • Dias da Semana: 3ª e 5ª feira
  • Horários:  18:00 às 19:20
  • Local: Ginásio 2
  • Número de Vagas: 15
  • Valor da Taxa:  Gratuito

Turma:

  • Faixa Etária (mínima e máxima): 10 a 60 anos
  • Dias da Semana: Sábado
  • Horários: 8:00 às 11:00
  • Local: Ginásio 2
  • Número de Vagas: 15
  • Valor da Taxa: Gratuito

 

Para mais informações, acesse o edital e/ou a lista de turmas.

Oportunidade de emprego para pessoas com deficiência

26/01/2018 08:36

Oportunidade de emprego para pessoas com deficiência em Florianópolis.

Para atuação nas seguintes áreas: Tecnologia da Informação, Auditoria, Administrativo e Relacionamento com o Cliente.

Requisitos:

  • Bom relacionamento com diferentes públicos;
  • Gosto pelo trabalho em ambiente dinâmico;
  • Foco em resultados;
  • Ensino Superior em curso ou concluído;
  • Conhecimento em Word e Excel.

Benefícios:

  • Salário compatível com a função;
  • Vale Alimentação / Refeição;
  • Vale Transporte;
  • Auxílio Educação;
  • Auxílio Creche;
  • Plano Odontológico;
  • Assistência Médica;
  • Seguro de Vida;
  • Participação nos Lucros e Resultados;
  • Folga no seu Aniversário;
  • Convênio com o SESC;
  • Programas de Saúde.

Para mais informações, visite o site da Qualirede.

Tags: vagavagasVagas de Emprego
  • Página 2 de 4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4