Nova disciplina sobre autismo será ofertada no primeiro semestre de 2016

10/12/2015 12:42

O Departamento de Psicologia da UFSC abrirá 40 vagas para nova disciplina optativa sobre autismo, chamada “Transtorno do Espectro do Autismo*”, de dois créditos semanais, no primeiro semestre de 2016. O horário das aulas já foi definido – das 14:20 às 16:10, nas sextas-feiras – e serão ministradas pelo professor Adriano Henrique Nuernberg,  que também coordena o Núcleo de Estudo sobre Deficiência (NED). Além desta, outras duas disciplinas relacionadas à acessibilidade serão ofertadas no mesmo semestre.

O professor Adriano Nuernberg, do Departamento de Psicologia da UFSC, elaborou a ementa de uma nova disciplina específica sobre autismo. A matéria tem como principais objetivos fixar os conceitos fundamentais para identificação do desenvolvimento desse transtorno em crianças, ensinar seus aspectos funcionais, sociais e comportamentais e discutir as políticas públicas de inclusão dos autistas na sociedade de maneira geral.

Transtorno do Espectro do Autista é apenas uma das três disciplinas relacionadas à inclusão de pessoas com deficiência que o departamento de psicologia vai oferecer em 2016.1 – e todas serão ministradas por Adriano Nuernberg. É ele quem dá as aulas de “Psicologia e Pessoas com Deficiência” (obrigatória para os estudantes de psicologia da terceira fase) desde 1998 (como professor convidado) e foi ele quem elaborou, em parceria com a professora Maria Sylvia Cardoso Carneiro, a optativa “Estudos sobre Deficiência”, ofertada pela primeira vez em 2015.1.

A primeira etapa da matrícula para o próximo semestre começa amanhã (11 de dezembro) e dura até a próxima sexta-feira (18). Se você se interessou pelas disciplinas citadas, seus códigos são: PSI7606 (Psicologia e Pessoas com Deficiência), PSI7146 (Estudos sobre Deficiência) e PSI7151 (Transtorno de Espectro do Autismo).

 

*Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é o termo que passou a ser usado em 2013, depois de usado pela Associação Americana de Psiquiatria na quinta edição do Manual de Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM-5). O TEA surgiu para integrar os diversos “tipos” de autismo e o transtorno de Asperger.

 

Imagem (descrição a seguir)

Descrição: Página virtual “Cadastro de Turmas” do CAGR UFSC. Tabela de quatro linhas e 14 colunas, mas só a segunda linha está visível. Nela se lê as informações sobre a disciplina Transtorno do Espectro do Autismo.